quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Suor x Dom

Muitos estudantes entram no blog e perguntam: "Se eu entrar em um curso de publicidade vou ser bem sucedido? Quanto é trabalho e quanto é dom? Preciso ser criativo para trabalhar com publicidade?".

Bom, um ponto que comentei em outro post e que reforço aqui é: criatividade você precisa em qualquer ramo de negócio e qualquer atividade. Seja para melhorar um processo que você faz mecanicamente todos os dias, seja para encantar o cliente, seja para propor uma solução que mude a percepção do seu trabalho ou até para passar uma mensagem de uma forma não tradicional.

Depois tem a questão do dom. Penso que todas as pessoas possuem um dom para alguma coisa e acho que uma das coisas mais difíceis da vida é encontrar qual a nossa missão aqui na Terra. E aqui não tem uma solução fácil, mas uma dica é experimentar, estudar, escutar, procurar conhecer mais sobre o assunto antes de mergulhar a fundo. Se você tem condições, tire um ano antes de começar a faculdade pra se conhecer melhor.

Viaje, conheça pessoas, faça um programa de work and travel, atualize seu conhecimento em idiomas... tudo isso pode ajudar você a encontrar o seu ramo de verdade e te ajudar muito lá na frente, no mercado de trabalho.

E um último ponto, existem pessoas extraordinárias que não precisam se esforçar muito para conseguir as coisas. Mas os talentos que conheço trabalham MUITO, mas muito mesmo. São pessoas focadas e não necessariamente criativas, mas estudam, lêem, vêem referências e, principalmente, se cercam de pessoas melhores que elas.

Então uma última dica pra você que está pensando em cursar publicidade: não se preocupe tanto se você é uma pessoa criativa, se é uma pessoa que tem o dom para a publicidade: mas se preocupe se está disposto a trabalhar muito, acordar todos os dias pra procurar a melhor solução para as necessidades do seu cliente, estudar sobre todo e qualquer assunto, buscar referências, etc.

(E Luis, o conhecimento de ferramentas de edição de imagens e ilustração pode ser um diferencial no momento da sua contratação em uma agência. Mas não apoie o seu desenvolvimento profissional apenas no desenvolvimento em ferramentas. Pois cada vez mais faltam profissionais bons para planejar uma ação do que para resolver uma idéia no photoshop, por exemplo. No começo da sua carreira isso pode ser um diferencial para você entrar no mercado, mas depois de alguns anos, certamente um jovem profissional topará receber muito menos do que você para trabalhar com essas ferramentas).

abraços,

2 comentários:

Mari(ana) disse...

Olá,

Estou no começo do começo da minha carreira: 1ºsemestre da faculdade!
Sei que mal comecei a minha caminhada, mas estou muito entusiasmada!
Fiz uma pausa depois do ensino médio, me formei como técnica em turismo, me formei guia e depois de viajar [literalmente], optei pela faculdade de PP!

Quero aqui parabenizar pelos posts, pelo excelente blog!
Ganhou mais uma leitora e comentarista!

Abraços e sucesso!

Helen disse...

Estou pensando em fazer publicidade e propaganda, mas tenho exatamente esse medo de não conseguir ter sucesso, por não saber se tenho o talento necessário. Sem querer parei por esse blog e li exatamente esse post. Engraçado, não? Obrigada por esclarecer isso aos interessados no curso!

Abraços!

 
BlogBlogs.Com.Br